UrbsNova: Expedição Floresta | 4.º Distrito: Expedição 1

UrbsNova organizou no final de agosto de 2013 uma expedição exploratória pelas ruas do Floresta para desenvolver ações em favor de uma requalificação urbana e reconversão econômica do 4.º Distrito,  antiga zona industrial no início do séc. XX, mas que foi desocupada e enfrenta atualmente sérios problemas.

Participantes da Expedição Floresta 1 Foto:

Participantes da Expedição Floresta 1 | Foto: Fabrício Barreto

Queremos encontrar um novo destino para o 4.º Distrito que reúna, por um lado, os seus moradores, sua memória, seu patrimônio histórico e, por outro, novas atividades ligadas a economia criativa, à tecnologia, à educação, à pesquisa, à cultura, ao meio ambiente, ao turismo e ao lazer.

Existem vários grupos pensando atualmente o 4.º Distrito na cidade. Esta é uma ação de caráter informativo e colaborativo, para dar uma melhor base a intervenções futuras.

Objetivo inicial: levantar informações sobre uma área específica dentro do 4.º Distrito.

Local: área no bairro Floresta, próxima ao Shopping Total, que se estende principalmente pela R. São Carlos, entre as avenidas Farrapos e Cristóvão Colombo.
Ver limites da área no mapa abaixo, em vermelho.

Método: reunir pessoas envolvidas com o projeto para fazer uma caminhada e encontrar com quem mora e trabalha no local para conhecer seus projetos e trocar informações.
A ideia desse projeto surgiu nas reuniões sobre o 4.º Distrito, realizadas em 2013 pelo Nós Coworking, do Shopping Total, coordenadas por Walker Massa.

Objetivo final: a partir desse primeiro contato, dar condições para que pessoas do bairro ou de fora proponham eventos, intervenções e ações específicas colaborativas sobre a área visitada.

Público-alvo:
– participantes das reuniões sobre o Quarto Distrito no Nós coworking,
– moradores  membros da associação Refloresta,
– pessoas interessadas na revitalização do Floresta e do Quarto Distrito

Continuidade: outras expedições de tomada de informações serão realizadas no Floresta e nos bairros São Geraldo e Navegantes, oportunamente. Veja outras iniciativas no 4.º Distrito nesta página.

Quando: dia 31 de agosto, às 15 horas.
término:  18 hs.
No final houve uma reunião onde todos puderam  fazer comentários, propor ideias, etc.

Para participar foi necessário preencher um pequeno formulário de inscrição:
INSCRIÇÃO

Repercussão na mídia.

– facebook: além de vários posts que foram gerados em páginas pessoais, foi criado um evento para depoimentos e fotos dos participantes, relacionados à caminhada.
Excursão Floresta (Depoimentos e Fotos)

– blogs: Matéria sobre a caminhada no blog do Caderno ZH Moinhos (04/09/2013)
Passeio guiado pelo Floresta, por Lu Kolesny, do Conselho de Blogueiros

– Jornais:
1. Nota na página de economia de Isabel Hammes, no jornal Zero-Hora:
Porto Alegre revitalizada e criativa

Clique para ampliar

Clique para ampliar

2. Página dupla no Caderno ZH Moinhos (19/09/2013):
Passeio guiado pelo Floresta, por Lu Kolesny, do Conselho de Blogueiros

moinhos 19 de setembro peq

Clique para ampliar

3. Como consequência do trabalho de pesquisa sobre a Praça Florida, que publicamos em separado, ZH Moinhos utilizou grande parte das informações e fotos levantadas para uma grande matéria: O Passado de Ouro da Florida

ZH Moinhos - O Passado de Ouro da Florida

ZH Moinhos – O Passado de Ouro da Florida (clique para ampliar)

– Rádio
1. Rádio Elétrica (entrevista com Jorge Piqué, 11/09/2013)
2. Rádio Bandeirantes  (entrevista com Jorge Piqué, 31/09/2013)

ROTEIRO DA EXPEDIÇÃO

Veja o roteiro completo no Google Maps
Linha vermelha: primeira área mais ampla de atuação dentro do bairro Floresta;
Linha azul: trajeto da expedição;
Pontos azuis: locais a serem conhecidos durante a caminhada,
Pontos vermelhos: locais interessantes no entorno, mas que não serão visitados.

passeio
http://goo.gl/maps/OcKUi

Concentração e Início: Casa da Música

– Nosso ponto de encontro foi diante da Casa da Música, na R. Gonçalo de Carvalho, n.º 22. Ver mapa
– A concentração começou às 14:30. A Casa da Música ofereceu uma recepção musical para quem esperava  o começo da caminhada.
– A caminhada começou às 15hs
, pela própria Casa da Música.

Pontos do Roteiro (Informação e fotos)

1. Casa da Música: Em um casarão antigo da Rua Gonçalo de Carvalho, existe uma escola de música, a Casa da Música, que também faz apresentações musicais.
http://www.casadamusicapoa.com.br

2013-03-23_16-16-56_141

2013-03-23_16-15-42_777

Fotos feitas durante a caminhada

Casa da Música | Foto: Lu Kolesny

Ângela Diel, Casa da Música | Foto: Lu Kolesny

Houve uma apresentação musical para os participantes da caminhada

Houve uma apresentação musical para os participantes da caminhada | Foto: Daniely Votto

2. Rua Gonçalo de Carvalho: “A rua mais bonita do mundo”, nela temos o mais bonito túnel verde da cidade, além de ter patrimônio histórico de boa qualidade.
As mais de cem árvores do gênero tipuana, enfileiradas em aproximadamente 500 metros de calçadas, teriam sido plantadas no final da década de 1930, por trabalhadores de origem alemã empregados na então cervejaria Continental, atual Shopping Total.
Foi decretada Patrimônio Histórico, Cultural, Ecológico e Ambiental de Porto Alegre em 05/6/2006.
A Gonçalo é divisa entre os bairros Independência e Floresta. Essa proximidade dos bairros é também importante, na Gonçalo se poderia fazer no futuro atividades que reúnam as comunidades do Floresta e do Independência.

Blog da Rua Gonçalo de Carvalho: http://goncalodecarvalho.blogspot.com.br

Abaixo, fotos da Rua Gonçalo de Carvalho com suas árvores e seu patrimônio | Fotos: Jorge Piqué

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos feitas durante a caminhada

R. Gonçalo de Carvalho, em frente à Casa da Música| Foto: Lu Kolesny

R. Gonçalo de Carvalho, em frente à Casa da Música| Foto: Lu Kolesny

Início da Expedição Floresta 1 pela R. Gonçalo de Carvalho | Foto: Jorge Piqué

Início da Expedição Floresta 1 pela R. Gonçalo de Carvalho | Foto: Jorge Piqué

Cesar Cardia, que mantém um blog sobre a R. Gonçalo de Carvalho nos falou sobre sua história e situação atual.

Cesar Cardia, que mantém um blog sobre a R. Gonçalo de Carvalho nos falou sobre sua história e situação atual. | Foto: Lu Kolesny

3. Shopping Total
http://www.shoppingtotal.com.br/index

Descemos por trás do Shopping Total, onde se encontra o estacionamento, para conhecer um dos mais belos patrimônios industriais da cidade. Originalmente pertenceu à Cervejaria Bopp Irmãos, depois à Cervejaria Continental, e desta passou para a Cervejaria Brahma. Hoje está integrada ao Shopping Total, que este ano comemora 10 anos de existência.

Histórico: a Cervejaria Bopp, fundada em 1881, passou para a Av. Cristóvão Colombo em 1911. As cervejarias Bopp, Sassen e Ritter, fundiram-se em 1924 para constituir a Cervejaria Continental, uma tentativa dos cervejeiros gaúchos de enfrentar a poderosa concorrência de Brahma e Antárctica. A Continental funcionou neste local até 1946, quando a empresa foi adquirida pela Cervejaria Brahma. A cervejaria permaneceu em atividade até 1998.

Em 1999 os prédios da Fermentação, Caldeiras e Escritórios, além da Chaminé, foram tombados pelo Município. Em 2002 passa a funcionar no local o Shopping Total. Temos, portanto, um centro comercial que aproveitou o patrimônio histórico para agregar valor ao seu negócio. Este é um conceito importante para a revitalização de toda essa área, manter a qualidade arquitetônica, dando novas funções, que permitam a preservação, com sustentabilidade econômica.

O prédio é projeto do famoso arquiteto alemão Theodor Wiederspahn. A decoração elaborada das fachadas é obra da equipe de escultores de João Vicente Friedrichs. Na época de sua inauguração em 1911 foi considerado o maior prédio de cimento armado em todo o Brasil.
Mais informação: Prédio da Cervejaria Brahma (Wikipedia)

Cervejaria Continental, foto provavelmente dos anos 30.

Cervejaria Continental, foto provavelmente dos anos 30.

Shopping Total

Atual Shopping Total

Conhecemos também a Alameda das Artes na área do Shopping, que reúne atividade interessantes, como por exemplo o Veteran Car Club, Clube de Automóveis Antigos, existem duas lojas de artesanato, o  Armazém Gaúcho do Artesão e o Santo da Casa Artesanato. No mesmo local há o curso de música The Flash e a escola de idiomas Sapiens.

Fotos feitas durante a caminhada

Alameda da Artes | Foto: Lu Kolesny

Alameda da Artes | Foto: Lu Kolesny

Atelier das Artes | Foto: Lu Kolesny

Atelier das Artes | Foto: Lu Kolesny

Fernanda do Shopping Total nos apresentou o prédio | Foto: Lu Kolesny

Fernanda do Shopping Total nos apresentou o prédio | Foto: Lu Kolesny
Fernanda do Shopping Total nos apresentou o prédio | Foto: Lu Kolesny

Fernanda Fogliati, Supervisora de Relacionamento do Shopping Total, nos apresentou o prédio | Foto: Lu Kolesny

Walker Massa apresentou o Nós Coworking, no Shopping Total | Foto: Lu Kolesny

Walker Massa apresentou o Nós Coworking, no Shopping Total | Foto: Lu Kolesny

Desde 2011, no Shopping Total, funciona o Nós coworking, de Walker Massa, um dos pioneiros em trazer inovação ao bairro. É um ambiente compartilhado de trabalho e também um laboratório de ideias. Projetos e negócios podem ser trabalhados de forma colaborativa e o participante ainda expande sua rede de contatos e faz novos amigos.
http://www.noscoworking.com.br

Foi em reuniões organizadas por Walker, no Nós coworking, em 2013, que surgiu uma ampla discussão sobre o 4.º Distrito, a partir da experiência do Porto Digital, no Recife.
Participe do grupo no facebook:
Porto Criativo ou como dar vida ao 4° distrito

https://www.facebook.com/groups/457193501013476

Nós coworking, um ambiente compartilhado de trabalho.

4. R. Comendador Coruja
Conserva ainda algumas belas casas antigas, entre elas sem dúvida a mais importante é a Residência Wiederspahn. Visitaremos apenas a quadra entre a Av. Cristóvão Colombo e Av. Farrapos. A rua tem potencial pelo seu patrimônio e pela proximidade com o Shopping Total, mas ainda subutilizado. Nesta quadra existe o Colégio Estadual Marechal Floriano Peixoto, uma das muitas instituições de ensino que estão no trajeto da caminhada.

Este slideshow necessita de JavaScript.

5. Tanguera Estudio de Danza
Um cantinho de Buenos Aires bem aqui em Porto Alegre!
tangueradanza.blogspot.com
No meio das casas antigas da Com. Coruja, combinando bem com o entrono, há um estúdio de dança com aulas de tango, dirigido pelo argentino Valentin Cruz. No local são oferecidas aulas, workshops e shows.
Tango: Valentin Cruz | Dança de Salão: Daniela Dias

TANGUERA

Fotos feitas durante a caminhada

Valentín, proprietário do Tanguera | Foto: Roberta Simon

Valentín, proprietário do Tanguera | Foto: Roberta Simon

Tanguera Estudio de Danza

Tanguera Estudio de Danza | Foto Jorge Piqué

Tanguera Estudio de Danza | Foto Jorge Piqué

Tangura Estudio de Danza | Foto Jorge Piqué

Tanguera Estudio de Danza | Foto: Lu Kosleny

Tanguera Estudio de Danza | Foto: Lu Kosleny

6. Residência Wiederspahn
Residência projetada pelo próprio Theo Wiederspahn para morar.
foi tombado pela prefeitura municipal em 29 de novembro de 1993.
Mais informações

Residência Wiederspahn

Residência Wiederspahn | Foto: Jorge Piqué

Fotos da Residência Wiederspahn | Fotos: Jorge Piqué

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Jorge Piqué

Até uns dois meses atrás funcionava na casa a Aceleradora Pipa.

Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

7. Início da R. São Carlos
Esta é a parte mais tranquila da São Carlos, que vamos percorrer quase até o final.

Existem algumas belas casas antigas em meio a grandes árvores.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Jorge Piqué

8. Escritório de arquitetura Jacovas Arquitetos Associados
http://www.jacovasarquitetos.com.br
É um escritório que está se instalando na zona e para isso restauraram uma casa antiga na R. São Carlos. É dirigido pelos arquitetos José Antonio Jacovas e Eduardo Etcheverry, arquitetos formados pela UNISINOS. Mais um caso de preservação de patrimônio com novo uso.

Escritório de Arquitetura | Foto: Lu Kosleny

Escritório de Arquitetura | Foto: Lu Kosleny

 Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

 Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

 Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

Conjunto de casas antigas na Com. Coruja | Foto: Vila Flores

9. Geyer Medicamentos
http://www.geyermed.com.br/

Situação: visita externa
Em 1929, um grupo de médicos e empresários, liderados pelo Dr. Carlos Geyer, fundaram um laboratório farmacêutico voltado para a pesquisa científica. Em 1935, inauguraram a sua sede e Unidade Fabril, em Porto Alegre, sendo a melhor do Estado e uma das melhores do Brasil, pois foi construída com finalidade específica para indústria farmacêutica. Possuía o então primeiro laboratório de Controle da Qualidade no Rio Grande do Sul.

Sede do laboratório inaugurado em 1935.

Sede do Laboratório Geyer, inaugurado em 1935.

Geyer Medicamentos S.A. (2013)

Geyer Medicamentos S.A. (2013) | Foto: Jorge Piqué

10. Churrascaria Na Brasa, atual NB Steak
http://www.nbsteak.com.br
A familia desde 1983 trabalha naquele mesmo ponto, na esquina da R. Ramiro Barcelos com a R. São Carlos. A Churrascaria Na Brasa começou em 1990. O primeiro restaurante foi fundado pelo casal Lemir e Mairi Magnani no tradicional bairro Floresta e continua com os mesmos donos. A casa foi a primeira churrascaria com rodízio a ganhar espaço dentro de uma grande cidade. Na época, os rodízios ficavam apenas na beira das estradas gaúchas, servindo caminhoneiros e outros viajantes.

Em 2013 assume a marca NB Steak com uma rede de três casas em Porto Alegre e duas em São Paulo. A Churrascaria Na Brasa/NB Steak porta qualidade na área de gastronomia na região.

Churrascaria Na Brasa, hoje NB Steak.

11. Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus
A construção do prédio iniciou em 1946. A igreja começou a funcionar em 1949, ainda não totalmente completa. A fachada é modernista e austera, quase sem decoração salvo três painéis de motivo geométrico sobre as portas de entrada.

Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus

Igreja Santa Teresinha do Menino Jesus | Foto: Jorge Piqué

O exterior austero contrasta com o interior, que é um interpretação moderna da estrutura típica das igrejas renascentistas. Tem uma série famosa de murais de 1952, criados por Aldo Locatelli (Bérgamo, Itália, 1915 — Porto Alegre, 1962) e Emilio Sessa, também italiano, de Bérgamo.
Mais informação: Igreja de Santa Teresinha do Menino Jesus (Wikipedia)

A igreja desenvolve uma atividade social importante, com o Grupo de Apoio Acolher, especializado no tratamento de usuários de crack e álcool.
Comunidade Terapêutica Acolher
http://comunidadeacolhergravatai.blogspot.com.br/

grupo de apoio

Fotos feitas durante a caminhada

Fachada da Igreja | Foto: Vila Flores

Fachada da Igreja | Foto: Vila Flores

Interior da Igreja | Foto: Lu Kolesny

Interior da Igreja | Foto: Lu Kolesny

Interior da Igreja | Foto: Jorge Piqué

Interior da Igreja | Foto: Jorge Piqué

Mural de Locatelli | Foto: Jorge Piqué

Mural de Locatelli | Foto: Jorge Piqué

Interior da Igreja | Foto: Jorge Piqué

Interior da Igreja | Foto: Jorge Piqué

Interior da Igreja | Foto: Lu Kosleny

Interior da Igreja | Foto: Lu Kosleny

Interior da Igreja | Foto: Lu Kosleny

Interior da Igreja | Foto: Lu Kosleny

12. Espaço LER
A Editora Cassol, especializada em literatura infantil e juvenil, abriu muito recentemente uma proposta de atividade na R. São Carlos, em baixo das escadarias da igreja Santa Terezinha. São quatro ambientes: Café com Mistura, Teatro da Marieta, Livraria do Passarinho e espaço Província de São Pedro.
O LER está aberto também aos sábados e às 16hs acontece Contação de Histórias.
Facebook: https://www.facebook.com/LERCassol

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Jorge Piqué

13. Porto Alegre Hostel Boutique
http://www.hostel.tur.br/hostel_poa.php?nome=PORTO+ALEGRE

O Porto Alegre Hostel Boutique foi criado por Carlos Augusto Alves, um dos pioneiros no recente movimento de valorização da região, em dezembro de 2011, em parceria com sua filha Bibiana, em um antigo casarão restaurado. Opera com o conceito cheap and chic – barato e elegante. Funciona também no hostel um Bistrô – Cafeteria – Bruschetteria.

Porto Alegre Hostel Boutique

Bistrô – Cafeteria – Bruschetteria

Carlos Augusto é também o criador em maio de 2012 do Grupo de Apoio à Revitalização do Bairro Floresta, ou Refloresta, associação que reúne moradores, empresários, trabalhadores e amigos do local. O grupo atua para que as pessoas possam usufruir o espaço público e reivindicar melhorias na infraestrutura e segurança. Membros do Refloresta participarão da caminhada.
https://www.facebook.com/Refloresta Fone: 3228-3802


Fotos feitas durante a caminhada

Porto Alegre Hostel Boutique Foto: Vila Flores

Porto Alegre Hostel Boutique Foto: Vila Flores

Porto Alegre Hostel Boutique | Foto: Daniely Votto

Porto Alegre Hostel Boutique | Foto: Daniely Votto

Carlos Alves, proprietário do Porto Alegre Hostel Boutique | Foto: Lu Kolesny

Carlos Alves, proprietário do Porto Alegre Hostel Boutique | Foto: Lu Kolesny

Porto Alegre Hostel Boutique, jardim interno | Foto: Vila Flores

Porto Alegre Hostel Boutique, jardim interno | Foto: Vila Flores

Carlos Alves, apresentando o Porto Alegre Hostel Boutique| Foto: Daniely Votto

Carlos Alves, apresentando o Porto Alegre Hostel Boutique| Foto: Daniely Votto

14. Casas Geminadas
Um pouco adiante encontramos duas casas geminadas, que pelo estilo poderiam ser do famoso arquiteto Lutzenberger, que projetou os edifícios da Vila Flores, mais a frente, mas ainda não tivemos uma comprovação oficial. De qualquer forma as casas geminadas são um marco visual na rua São Carlos.

Casas geminadas, R. São Carlos

Casas geminadas, R. São Carlos

15. Brechó Balaio de Gatos/Brechó de Rua do Bairro Floresta 

Na R. São Carlos, n.º 574, se encontra o Brechó Balaio de Gatos, que comercializa e loca  roupas e acessórios, objetos de decoração, bazar, móveis, bijuterias, além de outras atividades.
http://www.brechobalaiodegatos.com.br

A partir de março de 2013, por iniciativa do Brechó Balaio de Gatos, começou a funcionar nas proximidades da Praça Florida o Brechó de Rua do Bairro Floresta, criado pelos próprios moradores. Este espaço reúne antiquários, bancas com livros, gibis e discos de vinil, além de brechós com roupas vintage, chapéus e acessórios. Além do acervo alternativo de compras, o brechó oferece a oportunidade de troca ou exposição de trabalhos e artesanato.
Situação: confirmado, a caminhada foi programado para um sábado a tarde especialmente para que possamos conhecer o brechó de rua, conversar com seus participantes e talvez ajudar a aperfeiçoar a iniciativa, com novas ideias.

Local: R. São Carlos, na quadra entre as ruas Comendador Azevedo e Gaspar Martins
Dia e hora: todos os sábados, das 11hs às 19hs.

Brechó da R. São Carlos

Brechó da R. São Carlos

Brechó de Rua do Bairro Floresta

Brechó de Rua do Bairro Floresta

Fotos feitas durante a caminhada

Helena, proprietária do Brechó Balaio de Gatos e criadora do Brechó de Rua do Bairro Floresta

Helena, proprietária do Brechó Balaio de Gatos e criadora do Brechó de Rua do Bairro Floresta

Brechó de Rua do Bairro Floresta Foto: Lu Kolesny

Brechó de Rua do Bairro Floresta Foto: Lu Kolesny

16. Praça Bartolomeu de Gusmão (a tradicional Praça Florida)
É a única praça do Bairro Floresta. O nome oficial atual é Praça Bartolomeu de Gusmão, mas todo mundo a conhece por Pracinha Florida. Desde 1896 aparece com esse nome tradicional nos mapas da cidade. Foi o nome dado de forma espontânea pela população, inspirado pelo jardim natural que existia ali. Toda a região era constituída de banhados, com exuberante vegetação, no séc. XIX.

Segundo a moradora do Floresta Barbara Benz, ainda hoje existem muitas mudas frutíferas  no bairro, em calçadas ou áreas de circulação pública cercada. Pés de Abacate, Ameixa, Amora, Araçá, Araticum, Aroeira, Butiá, Café, Caqui, Cereja nativa, Chal-chal, Cítricas, Figo, Goiaba, Guabiju, Jambolão, Jerivá, Manga, Oliveira (derrubada), Parreira, Pera, Pitanga (dois tipos). Num terreno particular tem um pé de noz pecan e, talvez um ingá.

Desde 1980, na praça funciona a Escola Municipal de Educação Infantil Meu Amiguinho, para crianças pequenas, que desenvolve uma série de eventos com seus alunos no entorno.

2013-03-23_17-30-29_813

A Praça Florida tem uma grande importância para a história do bairro, principalmente a partir dos anos 20, pois era o centro de toda a atividade social, especialmente pelo esporte e a recreação, durante dos anos 30, 40 e 50.

A partir de julho de 2013 a praça recebe, todas as terças-feiras, uma feira modelo, das 15h às 20h. Participam da feira modelo da Praça Florida aproximadamente 40 feirantes reunidos em 16 bancas. As 38 feiras modelo da cidade vendem hortifrutigranjeiros, carnes, derivados de leite, frios e embutidos, entre outros produtos, como pastéis feitos na hora.

A feira teve um impacto muito positivo na praça e no bairro, os moradores encontram às terças-feiras um espaço de convívio, como o que tinham no passado.

Feira modelo na Praça Florida

Feira modelo na Praça Florida

Pela importância da Praça Florida para a revitalização do bairro, criamos um post, onde aprofundamos sua história e sua situação atual, um documento de referência para futuras intervenções na praça e no seu entorno.

Post Pracinha Florida, uma história de convívio no bairro Floresta
https://urbsnova.wordpress.com/2013/08/24/pracinha_florida/

Fotos feitas durante a caminhada

Arquiteta Leila Mattar, falando ao grupo sobre a históra da região, na Praçca Florida | Foto: Vila Flores

Arquiteta Leila Mattar, falando ao grupo sobre a históra da região, na Praçca Florida | Foto: Vila Flores

17. Atelier Stray arte & design
http://atelierstrey.com.br
Fundado em 2010, o Atelier Strey é uma empresa que trabalha com a criatividade, a exclusividade e a qualidade a serviço da arte e da comunicação. Seu portfólio é composto de esculturas, troféus, desenhos/ilustrações, mobiliário exclusivo, miniaturas, toyart, displays criativos, serviços de produção de arte e criação visual, bem como, cursos, consultorias e orientação técnica na área das artes. O atelier mudou em agosto de 2012 para a R. São Carlos, em frente a Praça Florida, e o espaço foi inaugurado oficialmente em março de 2013. 

Atelier Stray

Atelier Stray. Vista Interna

Fotos feitas durante a caminhada

Lucas Stray, proprietário do Atelier Stray arte & design | Foto: Lu Kolesny

Lucas Stray, proprietário do Atelier Stray arte & design | Foto: Lu Kolesny

18. Ex-Oficina mecânica do Nei
Era uma oficina mecânica, com uma casa antiga na frente e com uma grande área nos fundos e estava a venda. O proprietário, o Nei, conhece muito a história do bairro e faz parte do Refloresta. A casa foi vendida recentemente para uma importante empresa de audiovisual de Porto Alegre, a Zeppelin Filmes, que produz publicidade, ficção, documentários, conteúdo para cinema, televisão e internet.
O local será utilizada pela área de produção da Zepellin.
http://www.zeppelin.com.br

Ex-oficina mecânica do Nei, futura empresa de audiovisual

Ex-oficina mecânica do Nei, futura empresa de audiovisual

19. Projeto Vila Flores
https://www.facebook.com/vilaflorespoa
Projeto de revitalização de dois prédios dos anos 20 do arq. Lutzenberger. Se trata de um importante projeto dos proprietários, a família Wallig.
Situação: confirmado. Visitaremos o espaço, com apresentação do projeto por Antonia Wallig.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Projeto Vila Flores

Conheça os prédios, sua história e o projeto Vila Flores neste post:
Vila Flores: Acupuntura Urbana no Quarto Distrito
https://urbsnova.wordpress.com/vilaflores/

Fotos feitas durante a caminhada

Apresentação do Projeto Vila Flores, por Antonia Walig | Foto: Vila Flores

Apresentação do Projeto Vila Flores, por Antonia Walig | Foto: Vila Flores

Apresentação do Projeto Vila Flores | Foto: Vila Flores

Apresentação do Projeto Vila Flores | Foto: Vila Flores

20. Antiga Importadora Americana
Em 1926 a Ford já tinha linha de montagem e revendas (“Agentes Ford”) em Porto Alegre.

Revenda Ford em Porto Alegre, 1928.

De 1927 até 1931, existiu a Zani & Jung, na rua Voluntários da Pátria,  que, ao encerrar suas atividades, foi sucedida pela Ribeiro Jung, a segunda revenda mais antiga do Brasil.
Posteriormente, surgiram a Mesbla, Importadora Americana, Copagra, Montreal e SuperAuto.
Nos anos 50 surge a Importadora Americana S.A. Comercial e Técnica, como uma revenda Willys. A Willys era uma montadora americana dos anos 20, que em 1952 abriu uma filial em São Bernardo do Campo.

Importadora Americana no início dos anos 60.

Nessa década eram famosos o Jeep Willys e a Rural Willys e nos 60 o Aero-Willys.

O Jeep Willys no desfile da Importadora Americana em 1963.

Aero Willys Astro 2.600, novo modelo do Aero para 1963.

Quando a Willys foi comprada pela Ford a Importadora Americana tornou-se  uma revendedora completa da Ford em Porto Alegre, ao lado de outras, como a Ribeiro Jung, ambas com grandes lojas na Av. Farrapos. No início de 2000 o prédio foi alugado ao Grupo SuperAuto, de Santa Catarina, outra revenda Ford, que permaneceu no local até 2003.

É um grande prédio, com cerca de 12.000 m2, fundos na R. São Carlos, e fachada principal  na Av. Farrapos. Desde 2003 está sem uso. O prédio principal tem 3 andares e o “prédio de garagens” tem 7 andares, onde se localizavam os boxes utilizados pela Oficina, estoque de Novos e Usados, chapeação e pintura, etc.

Segundo os proprietários do imóvel, existe já um projeto arquitetônico em andamento para melhorias no prédio e a intenção é a manutenção do imóvel para locação, assim que os órgãos competentes aprovem o projeto.  É um dos maiores espaços nessa região e uma edificação de grande potencial. Se encontrasse uma nova função, por meio da locação, poderia trazer muita qualidade ao entorno, se somando a outras grandes iniciativas que estão ao lado, como o Moinho Germani e o Vila Flores.
Situação: faremos apenas visita externa

Importadora AmericanaImportadora Americana, vista da Av. Farrapos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

21. Antigo Moinho Germani
Os atuais proprietários tem um projeto para o local com preservação do patrimônio histórico. O conhecido Moinho Germani foi um empreendimento do italiano Aristides Germani, uma das personalidades da colônia italiana no Estado.
A área construída do moinho na Capital, de 4,3 mil metros quadrados, com quatro pavimentos, começou a ser erguida em 1939. Considerado de interesse cultural, o prédio consta no inventário da Equipe do Patrimônio Histórico e Cultural de Porto Alegre (Epahc) e não pode sofrer alterações na fachada e no volume.
Recentemente, em 2012, o Moinho Germani foi proposto como um dos possíveis locais para o Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre (ver detalhes).

Moinho Germani

Moinho Germani| Foto: Jorge Piqué

Moinho Germani, interior | Foto: Jorge Piqué

Moinho Germani, interior | Foto: Jorge Piqué

Veja também a Expedição Floresta 2 (05/10/2013)

Após a visita ao Moinho Germani, voltamos aos prédios do Projeto Vila Flores, onde houve uma reunião para que todos pudessem fazer comentários, propor ideias, etc.
Entre as propostas iniciais estão:

1. reunir material na forma de textos, depoimentos, fotos, vídeos, etc. que sirvam como referência para o projeto e divulgação do potencial que encontramos ali.
UrbsNova desde já se propõe a criar uma página com todos esses dados, pois já criamos um material deste tipo para o Vila Flores e a para a Praça Florida, dois dos locais que serão visitados.
Mas todos que quiserem poderão fazer o mesmo em seus sites, blogs, pages, etc., cada um da sua maneira, todas essas divulgações se somam e se reforçam, chamando mais atenção para o bairro.

2. UrbsNova e Refloresta propõem escolher um sábado na Primavera para reunir vários eventos ao longo desse trajeto, que seria uma festa do bairro Floresta e que se repetiria todos os anos na mesma época, Incluiria decoração da rua, valorização de flores, jardins e árvores, visitas guiadas, palestras, comidas, portas abertas, brincadeiras, jogos, esporte, apresentações de artes, feira, brechó, música na rua, dança, teatro, cinema, bonecos, grafite, performances, atividades dos moradores, etc., etc.
Cada pessoa, grupo de pessoas, coletivo, associação, ong, empresa, etc., proporia a sua própria forma de participar dentro da festa, escolhendo local e horário, ficando totalmente responsável por sua organização.

Outras ideias são bem-vindas, tanto em colaboração, como individuais, na festa do bairro ou em qualquer outro momento, não há nenhuma restrição.

Concepção e execução: Jorge PiquéUrbsNova Agência de Inovação Social

2 ideias sobre “UrbsNova: Expedição Floresta | 4.º Distrito: Expedição 1

  1. Pingback: Pracinha Florida, uma história de convívio no bairro Floresta | UrbsNova | Agência de Inovação Social

  2. Pingback: Novo olhar sobre o 4º Distrito, por Jorge Piqué | UrbsNova | Agência de Inovação Social

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s