História da BiciEscola 2012-2013

História da BiciEscola 2012-2013

Em agosto de 2012, o jornalista e ciclista Poti Campos criou uma causa em favor do Velódromo do Parque Marinha no site Portoalegre.ccResgatar o velódromo.

Causa do Velódromo no Portoalgre.cc

Quem se lembra do asfalto e das pedras do Velódromo?
Inaugurado há cerca de 30 anos, o Velódromo do Parque Marinha do Brasil está entre os lugares mais esquecidos de Porto Alegre. A pista, de 500 metros de extensão, construída para a realização de provas de ciclismo, é considerada imprópria para tanto. Ainda assim, constitui um dos poucos equipamentos urbanos da cidade dedicados exclusivamente para a modalidade esportiva e pode ser utilizado como espaço para treinamento, para lazer, como ponto de encontro e de confraternização de ciclistas. Um espaço abandonado e esquecido que devemos ocupar e resgatar, até mesmo como um símbolo da valorização do uso da bicicleta. (Portoalegre.cc)

No mesmo mes, Plínio Zalewski criou no Facebook o evento Piquenique e resgate do Velódromo – Parque Marinha do Brasil, para ocupar e resgatar esse espaço que estava um pouco esquecido, “como um símbolo da valorização do uso da bicicleta”. No dia 19 de agosto, um domingo, algumas pessoas se reuniram lá e perceberam que realmente era um belo local, com muito verde e árvores (ver fotos).

Velódromo do Parque Marinha

Velodromo do Parque Marinha | Foto: Jorge Piqué

Velodromo do Parque Marinha

Velódromo do Parque Marinha | Foto: Jorge Piqué

Plínio Zalewski no Velódromo

Plínio Zalewski no Velódromo | Foto: Jorge Piqué

Presentes nessa reunião estavam Poti Campos, Plínio Zalewski, Jorge Piqué, Tania Pires e Luiz Amaurety da Silveira, entre outros participantes. Durante essa visita ao local, foi proposto que um dos usos poderia ser uma escola da bicicleta para iniciantes, pois o espaço é bonito, tranquilo, a pista está sempre visível, é um local protegido, e o uso inicial foi previsto para ciclismo.

Todas essas condições eram ideais para um local de aprendizagem, já que o circuito é pequeno, 500m, sem muito interesse para corridas profissionais. Por outro lado, o entorno do Velódromo, constituído pelo Parque Marinha, propicia passeios de bicicletas para aqueles que já tenham as primeiras noções. Ao lado do Velódromo, na Av, Ipiranga, foi criada recentemente uma ciclovia, que permitirá também bons passeios.

Piquenique no Velódromo

Plínio Zalewski e Poti Campos no Piquenique e resgate do Velódromo. Monumento à Cidadania – 1º Forum Social Mundial              Foto: Luiz Amaurety da Silveira.

Em Barcelona existe a Biciescola já há mais de 10 anos, ensinando adultosque não tem nenhum conhecimento prévio. Há oficinas mensais para ensinar a andar de bicicleta em São Paulo e Recife. Oficinas eventuais acontecem em outras cidades, como Belo Horizonte e Brasília. Em Porto Alegre, embora tenham sido oferecidos algumas orientações eventuais, pelo menos não temos conhecimento de uma ação regular neste sentido, atendendo exclusivamente pessoas sem nenhum conhecimento de como andar de bicicleta. Segundo a Biciescola, em Barcelona “1 de cada 6 mujeres entre 12 y 79 años no tienen ese recuerdo ni han vivido nunca esta sensación porque no han aprendido nunca a montar en bicicleta.”

Jorge Piqué no Velódromo

Jorge Piqué no Velódromo | Foto: Jorge Piqué

Com isso não se pretende que o Velódromo seja utilizado exclusivamente para esta função. Se trata de um espaço público, aberto a todos. Queremos utilizá-lo para o ensino de principiantes apenas por 3 horas horas por semana, nas manhãs ou tardes dos domingos. Nossa iniciativa vem no sentido de uma mais ampla e variada utilização do espaço do Velódromo, e esperamos inspirar outros usos, os que já estava previsto no lançamento da causa inicial pelo Velódromo no Poa.cc: “como espaço para treinamento, para lazer, como ponto de encontro e de confraternização de ciclistas.”

Video no Velódromo (07/09/2012)

Poucos dias depois, em 25 de agosto de 2012, Jorge Piqué, da UrbsNova, criou no Facebook o grupo Escola da Bicicleta no Parque Marinha, com o seguinte objetivo:

Queremos reunir pessoas nesse grupo que ajudem a criar essa escola para iniciantes. Todos podem participar, pessoas, empresas, ongs, governos (municipal, estadual, federal), é uma iniciativa apartidária. Não será cobrado nenhum valor pela instrução.

Grupo Escola da Bicicleta, no Facebook

Imagem original do Grupo Escola da Bicicleta, no Facebook em 2012.

Todos que apoiam essa proposta estavam convidados a participar no grupo. Neste grupo, discutimos as primeiras ideias, estabelecemos um conceito básico, e pensamos nas formas para esta intervenção no Velódromo. UrbsNova – Agência de Inovação Social, o Centro de Inteligência Urbana de Porto Alegre e a loja Dudu Bike se integraram formalmente ao projeto. Tivemos uma primeira reunião no dia 04 de dezembro de 2012, na então Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer, que se localiza no próprio Parque Marinha do Brasil, próxima ao Velódromo, para discutir o apoio da Prefeitura ao evento.

Na reunião participaram Claudio Miranda, responsável pela Gerência de Eventos da Secretaria de Esportes, representando o secretário, Tania Pires e Juan Bannura, ambos representando o Centro de Inteligência Urbana de Porto Alegre, Poti Campos, representando a Secretaria de Coordenação Política e Governança Local, o atleta Everson (Dudu) Ribas Ribas, proprietário da loja Dudu Bike, e Jorge Piqué, criador da empresa UrbsNova – Agência de Inovação Social.

Reunião na Secretaria Municipal de Esporte

Reunião na Secretaria Municipal de Esportes, com Tania Pires, Juan Bannura, Dudu Ribas, Claudio Miranda e Jorge Piqué.

Apoiaram o projeto também pela prefeitura municipal a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMAM).

No dia 9 de dezembro, um domingo a tarde, houve uma reunião in loco, no próprio Velódromo, para discutirmos detalhes da futura Escola da Bicicleta.

Reunião no Velódromo

Reunião no Velódromo: Luiz Amaurety da Silveira, Jorge Piqué, Tania Pires e Dudu Ribas, com o filho..

No dia 10 de dezembro o Portal da Prefeitura lançou oficialmente o projeto da Escola da Bicicleta, solicitando as primeiras inscrições: Escola da Bicicleta oferece aulas para iniciantes

Tivemos 16 inscrições para o dia 13 de janeiro, com pessoas de diferentes idades. Algumas manifestações de nossos primeiros inscritos reproduzimos abaixo:

Aproveito para parabenizá-los pela iniciativa que, com certeza, colaborará para a satisfação de muitas pessoas que, assim como eu, sempre sonharam em aprender a andar de bicicleta!
Mulher, 65 anos

Eu e minha mãe não vemos a hora de chegar logo o dia 13 para iniciarmos as aulas!
Mulher, 42 anos

Tenho a muito tempo um sonho de aprender andar de bicicleta, sempre pensei porque temos escolas de direção de automóvel, e não temos escola para o uso da bicicleta? Estou com 62 anos e acho que ainda vou conhecer Porto Alegre de uma forma mais livre, com a ajuda de todos vocês que tiveram esta idéia. Parabéns e não desistam.
Mulher, 62 anos

Em final de dezembro de 2013 criamos o nome BiciEscola – Escola da Bicicleta no Parque Marinha.

Conceito

Esta ação se iniciou como uma inovação social no Velódromo, o resultado da colaboração de diferentes agentes sociais, seja de voluntários individuais, ONGs, empresas ou de órgãos do governo local. Todos podem ter um papel positivo na criação de novas formas para ocupar os espaços públicos e, neste caso, favorecendo o ciclismo como uma atividade física ao ar livre e não poluidora. Quanto mais pessoas aprendam a andar de bicicleta, mais humana se torna a cidade, menor será a necessidade de carros e menores serão as emissões de carbono.

A Escola da Bicicleta apareceu em 2013 num momento de maior valorização da bicicleta pela sociedade, de aumento de ciclovias na cidade, e da oferta de um serviço público de aluguel de bicicletas em Porto Alegre.

BiciEscola Parque Marinha não é uma ação exclusiva deste grupo. Esperamos inspirar outras comunidades a desenvolver projetos próprios de instrução para aprender a andar de bicicleta, sejam por outros grupos, associações ou escolas públicas. A meta de toda inovação social é alcançar uma maior escala de impacto social, seja na própria cidade ou mesmo em outras cidades. Da mesma forma que fomos inspirados por ações anteriores parecidas, queremos inspirar novas ações, aumentando a utlização da bicicleta como forma de lazer e meio de transporte alternativo.

Um Outro Mundo é Possível

O Velódromo do Parque Marinha é também local do Monumento à Cidadania, um grande círculo no chão, tendo em seu centro a frase Um Outro Mundo é Possível, cercada por placas com os nomes das ONGs que participaram em 2011 do 1º Fórum Social Mundial em Porto Alegre. Consideramos que esta escola continua essa tradição,  inscrita no próprio espaço do Velódromo, de mudanças significativas no sentido de transformar a nossa realidade.

Memorial da Cidadania

Memorial da Cidadania – Velódromo do Parque Marinha | 1º Fórum Social Mundial – Foto: Poti Campos

Formato inicial

A partir do dia 13 de janeiro de 2013, durante alguns domingos (a periodicidade inicialmente foi definida em função da demanda), um grupo de pessoas se reuniu no Velódromo para ajudar os iniciantes em suas primeiras pedaladas. Tivemos em principio dois instrutores profissionais e algumas bicicletas de diferentes tamanhos, oferecidas pela loja Dudu Bike.
Nunca foi cobrado nenhum valor ou taxa para os participantes.

Para participar era necessário confirmar inscrição, por meio do email ciupoa@gmail.com, informando nome completo, idade, sexo e altura. Para o dia de inicio da Escola da Bicicleta, as inscrições estavam abertas até o dia 11 de janeiro de 2013 e todas as vagas foram preenchidas, o que demonstra a grande demanda por esse tipo de serviço. O local é público e qualquer pessoa pode visitá-lo para conhecer o funcionamento das aulas, mas não podemos garantir uma instrução para aqueles que não estiverem inscritos.

Ensinar a andar de bicicleta é nosso principal foco, mas para aqueles que aprenderem as noções básicas na escola, foram pensadas também atividades complementares para o futuro, como passeios em grupo pelo próprio Parque Marinha do Brasil, ou pela  ciclovia a pouco criada na Av. Ipiranga, sem no entanto levar o iniciante para pedalar nas ruas.

Turma-piloto: Primeiro dia da BiciEscola – 13 de janeiro de 2013.

Video

Fotos

385337_561628270531328_1354634801_n
Acima, estrutura montada no Velódromo, com gazebos da EPTC, Dudu Bike e CiuPoa.
299629_561629650531190_1542025657_n
Acima, Jorge Piqué (UrbsNova), Tania Pires (CiuPoa) e Dudu (Dudu Bike), da organização da BiciEscola
544047_561629790531176_2113474628_n
Acima, Tania Pires (CiuPoa) , Dudu (Dudu Bike), e Juan Bannura (CiuPoa)

IMG_4891

IMG_4894

IMG_4892

537890_561084350585720_891496037_n

9479_561629090531246_138572609_n

385283_561628923864596_1304976123_n

329486_465603780166125_1137402642_o

19396_561627927198029_1200531901_n

IMG_4952

741152_465603930166110_1175316080_o

537911_561629357197886_964082693_n
Acima, equipe de Educação no trânsito da EPTC.

396074_561629390531216_735430338_n

71554_4593356704246_781960787_n

37093_561629527197869_747912188_n
Acima, da organização da BiciEscola: Jorge Piqué (UrbsNova), Plinio Zalewski Vargas (Sec. da Governança) e Juan Bannura (CiuPoa)

394874_561629710531184_330906993_n

46163_561628933864595_928667969_n

Primeira aula da escola da bicicleta BiciEscola
Acima, Poti Silveira Campos, da organização da BiciEscola e instrutor.

226724_561629170531238_934820721_n

IMG_4902
Acima, equipe da TV Record entrevistando uma das primeiras alunas, Vânia.

IMG_4904

69692_561629260531229_1565125362_n

IMG_4908

543835_561628887197933_560315833_n

IMG_4901

306663_561628763864612_308301267_n

IMG_4911

306413_561628690531286_1291776567_n

553237_561628617197960_1956479910_n

Primeira aula da escola da bicicleta BiciEscola

306696_561629437197878_1571849388_n

IMG_4920

603077_561628803864608_1254656708_n

882_561628323864656_778576573_n

IMG_4918

IMG_4939

IMG_4941

IMG_4942

IMG_4940

394821_561628143864674_350802880_n
Acima, primeira aluna a começar a pedalar, gravada pela equipe da RBS.

530639_561629797197842_1397652212_n

IMG_4951

IMG_4924

IMG_4926

71519_561628423864646_272052408_n

IMG_4931
Equipe da RBS entrevistando uma das alunas da BiciEscola.

IMG_4930

IMG_4923

IMG_4929

299570_561628657197956_1318205187_n

408762_561628773864611_1660097229_n

IMG_4950

IMG_4932

227725_561627867198035_273238413_n

IMG_4916

59979_561629547197867_723406675_n

480031_561628070531348_1966398364_n

408720_4593269622069_322013898_n

Primeira aula da escola da bicicleta BiciEscola

59932_561628483864640_235750742_n
Aluno com equipe da RBS

72277_561627990531356_4579507_n

406089_561628183864670_59830040_n

IMG_4933

IMG_4934

IMG_4935

IMG_4937

537272_561628320531323_434785420_n

555393_561627913864697_1242071628_n

406073_561628450531310_2000393845_n

fotocoletiva

Acima, 13 de janeiro de 2013: Aula inaugural da BiciEscola Parque Marinha

A BiciEscola – Escola da Bicicleta é um exemplo de como as pessoas podem se reunir, pensar a cidade, criar novas ideias e partir para a ação, transformando a nossa realidade.
Veja a página da BiciEscola

UrbsNova | Agência de Inovação Social
Visite e curta nossa page no facebook

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s