Arquivo mensal: setembro 2017

Reus e o Vermut (1)

Faz alguns meses, Jorge Piqué, fundador de UrbsNova, visitou Reus, cidade na Catalunha. Foram duas vezes, em março e abril de 2017, e tivemos a oportunidade de conhecer esta cidade tranquila e acolhedora e sua relação com a história do vermute espanhol.

Neste primeiro post daremos algumas informações básicas sobre a cidade e no segundo falaremos sobre o vermut espanhol e sua importância para Reus, com uma visita às instalações do Vermut Miró.

UrbsNova foi recebida na Prefeitura de Reus (http://www.reus.cat) por Marta Villata Boix, gerente de Reus Promoció (http://www.reuspromocio.cat), a agencia responsável pela promoção da atividade turística e comercial na cidade, que nos deu uma série de informações sobre a cidade e manifestamos nosso desejo de colaborar com uma maior divulgação de Reus no Brasil, tanto para o turismo, como para negócios.

2017 é um ano especial para Reus, pois assume como Capital da Cultura Catalã, e durante todo o ano acontecem muitas atividades, além dos tradicionais festivais de referência que a cidade sempre promove (cinema, curtas, circo, blues & jazz).

Reus é uma cidade a  apenas10 km de Tarragona, uma antiga e importante cidade, fundada pelos romanos, no Mediterrâneo.

Anfiteatro de Tarragona (séc. II d.C.)

Reus fica a aproximadamente 100 km de Barcelona. Há uma ótima rodovia. Em aproximadamente 1:30 de trem chegamos a Reus, saindo da Estação Sants, em Barcelona. Há trens a cada 90 minutos saindo de Barcelona.

Durante a viagem de trem, de Barcelona para Reus, íamos lendo esse excelente livro sobre o vermut, que conta especialmente a pouco conhecida história do vermut espanhol.

Reus possui um pouco mais de 100 mil habitantes. Em seu centro encontramos muitos prédios históricos, que vem da época áurea da cidade, no séc. XIX. Mas também há prédios contemporâneos em bairros mais recentes.
Sua origem é medieval, com primeira referência em  1154.

No séc. XVIII passa a ser a segunda maior cidade da Catalunha, apenas superada pela capital, Barcelona. Tinha uma destacada produção de aguardentes e tecidos. Nessa época, as aguardentes europeias eram cotizadas nos mercados de “Reus, París e Londres”. Esta tradição com o álcool será importante na presença do vermut na região, pois se trata de um vinho fortificado.

No séc. XIX a cidade se industrializa e depois de Barcelona é a cidade de referência de todos os movimentos culturais, o que explica a qualidade arquitetônica que observamos hoje em dia. Vários arquitetos modernistas famosos tem projetos em Reus.

La Casa Grau-Pla (1910).

Segundo uma tradição, o mais universal arquiteto espanhol. Antoni Gaudí (1852 — 1926), teria nascido em Reus. Existe uma Ruta Gaudí na cidade e esta seria a casa em que viveu. Há também uma Ruta Modernista, pelos principais prédios históricos.


Antoni Gaudí – infant. Obra de Artur Aldomá Puig

Plaza del Pintor Fortuny, início da área comercial.

Encontramos ainda em Reus antigas fábricas do séc. XIX, com suas chaminés.

Larga avenida moderna em Reus, em formato de rambla, com a parte central para pedestres e bicicletas.

Iglesia de San Joan Baptista.

No centro de Reus encontramos inúmeras ruas estreitas, com forte tecido comercial nos térreos dos prédios.  Reus é conhecida como a Cidade das Compras.

Uma cidade de contrastes entre o antigo e o contemporâneo.

Uma das praças principais no Centro, Praça General Joan Prim, com a estátua do general.
Ao redor, bons cafés e restaurantes. Ao fundo o Teatro Fortuny.

Centenas de pequenas lojas e restaurantes nas ruas centrais de Reus, com as calçadas niveladas.

Qualidade artística das calçadas.

Praça principal de Reus, a Plaça del Mercadal, onde se encontra a Prefeitura (Ajuntament).

Edifícios históricos na praça central de Reus. Casa Navàs, do importante arquiteto modernista Domènech i Montaner.

Bares, restaurante e cafeterias na praça central.

Nesta praça se encontra o Gaudí Centre,  o único centro de interpretação sobre a vida e a obra de Gaudí.

Foto Time Out Barcelona


Foto Gaudí Centre Reus,

Qualidade arquitetônica dos edifícios no centro, todos muito bem cuidados.

Bela escultura pública atrás da Església Prioral de Sant Pere de Reus.
Al Vent. Obra de Josep Salvadó Jassans.

No entorno da igreja encontramos restaurantes e bares.

Na cidade, existem muitos bares e vermuterias, que oferecem como aperitivo vermut, batatas chips e azeitonas, No bar Rosa dels Vents, por apenas 3 euros.

  

Grandes prédios em estilo historicista mostram o que foi o passado de Reus. 

Depois de passar todo o dia em Reus, o retorno a Barcelona de trem. 

Vídeos sobre Reus

Mais informação sobre Reus: Reus na Wikipedia em português

Em breve, publicaremos o segundo post sobre Reus, onde conheceremos a história do vermut espanhol, visitando o Museu do Vermut e o Vermut Miró,

Reus e o Vermut (2) (em breve)

Anúncios